Eu organizo tours privados no Porto

tours privados portoPara mais informações veja essa página ou envie um email para sara@portoalities.com.

Quer viva no Porto desde sempre, ou esteja apenas de visita à cidade, vale sempre a pena fazer uma visita a um dos melhores edifícios do Porto de arquitetura contemporânea.

Por isso, escrevi este artigo com alguns exemplos clássicos de arquitetura contemporânea no Porto (nomeadamente, os projectados pelos famosos arquitetos Álvaro Siza e Souto Moura), bem como alguns edifícios insuspeitos que foram sendo construídos nos últimos anos. Espero que goste! 🙂

Antes de ler este artigo: você já tem alojamento na cidade? Se não tiver, descubra onde ficar no Porto, quais os melhores bairros e dicas dos melhores hotéis e apartamentos.

Arquitetura contemporânea no Porto: 10 edifícios a descobrir

Casa da Música

Avenida da Boavista 604-610, Porto.

© Wojtek Gurak

Já aqui escrevi extensivamente sobre a Casa da Música, o belíssimo edifício desenhado pelo arquitecto holandês Rem Koolhaas. A Casa da Música começou a ser construída no âmbito do Porto Capital da Cultura 2001, tendo encontrado alguma resistência local por não se enquadrar na envolvente. De facto, o edifício foi pensado para ser uma casa de habitação, cuja sala de estar (ou seja, a actual Sala Suggia) seria o epicentro ao qual todas as outras dependências reportariam.Acredito que a melhor forma de experienciar a Casa da Música seja assistindo a um concerto; mas, se vocês forem como eu, cuja sensibilidade musical pende para valores negativos (o que gosto mesmo é de cinema e de literatura!), então recomendo vivamente que façam uma visita guiada, que não vão mal servidos.No final, fiquem uns instantes a ver os miúdos a andar de skate nas ondas da Casa da Música, talvez a utilização mais espontânea deste belo edifício do Porto.Como chegar lá: a estação de metro da Casa da Música está a 5min a pé.

Edifício da Vodafone

Avenida da Boavista 2949, Porto

© Wojtek Gurak

Na minha modesta opinião, o edifício da Vodafone é um dos poucos exemplos horrorosos de arquitetura moderna na cidade – mas reconheço que sou uma voz sozinha nesta avaliação, pelo que decidi inclui-lo nesta lista de edifícios do Porto a descobrir.Honra seja feita aos arquitetos deste edifício, no entanto, que tentaram dar vida ao slogan da marca: “VODAFONE LIFE, LIFE IN MOTION” (algo como vida em movimento), construindo um prédio de formas irregulares que aparenta um certo equilíbrio periclitante e em constante movimento. Se o não aprecio visualmente, posso, contudo, fazer-lhe a justiça intelectual. E, quem sabe, vocês desafiar-me-ão a um novo olhar a este edifício do Porto.Como chegar lá: apanhe o metro até à estação da Casa da Música, e depois caminhe ou apanhe um Uber.

Fundação de Serralves

Rua D. João de Castro, 210

© Trevor Patt

Sinto uma paz interior imensa sempre que visito a Fundação de Serralves – talvez pelas suas linhas imensas que convidam ao ritmo dos passos vagarosos, talvez pelos jardins que antecedem os meus sorrisos pacificados.Não é relevante o motivo que me leva a um dos mais belos edifícios do Porto, exemplo belo da arquitetura de Álvaro Siza Vieira.A verdade é que é um monumento bastante versátil, possuindo, para além dos acima mencionados, uma bela biblioteca com eventos regulares (e que é, também, um belo sítio para se estudar), uma casa de chá, uma tentadora livraria e um restaurante bastante adequado para famílias com crianças.Vá sem pressas, passeie-se nas exposições, aprecie o edifício e desfrute dos jardins. Vale a pena.Dica: Pode adquirir o bilhete online para o Museu de Serralves. Não precisa de imprimir o voucher que receberá no seu email, basta mostrá-lo no seu smartphone.Como chegar lá: apanhe o metro até à estação da Casa da Música, e depois caminhe ou apanhe um Uber.

Estação de metro do Bolhão

Rua de Fernandes Tomás

© Wojtek Gurak

Talvez devido à minha formação em engenharia, não poderia deixar de incluir, nesta lista de edifícios do Porto a descobrir, alguns exemplos de arquitetura contemporânea funcional: as estações de metro.De facto, foi o galardoado Souto Moura o arquitecto responsável pela maior parte das estações do metro do Porto. A maior parte das pessoas apenas presta atenção às estações da Trindade e de São Bento, pelo que decidi mostrar-vos aqui a do Bolhão, que está mesmo ao lado do Mercado do Bolhão.Como chegar lá: simplesmente usem o metro do Porto 🙂

Se estiver a gostar deste artigo, não se esqueça de o guardar para mais tarde:

Casa do Conto

Rua da Boavista 703, Porto

© Telegraph

A Casa do Conto, um belíssimo boutique hotel, é um exemplo notável de como a arquitectura contemporânea pode mesclar-se com uma envolvente mais tradicional, sendo, por isso, um dos edifícios do Porto a visitar.O projeto de renovação centrou-se na restauração de todo o edifício, recuperando o seu valor arquitetónico original, tendo ganho o Red Dot Design Awards em 2011.A melhor forma de experienciar o edifício – e única, na verdade, já que o hotel não está aberto ao público – é sem dúvida passando a noite na Casa do Conto.Como chegar lá: a estação de metro da Lapa fica a 10min a pé.

Terminal de Cruzeiros de Leixões

Rua do Godinho, Portaria junto do monumento Senhor do Padrão, Matosinhos

© Gglnx

O famoso terminal de cruzeiros do Porto de Leixões, em Matosinhos, conquistou recentemente a categoria de “Arquitetura comercial / institucional acima dos 1.000 metros quadrados” dos AZ Awards, dispensando grandes apresentações que não as visuais.No entanto, gostava de partilhar convosco uma descrição muito interessante deste maravilhoso edifício do Porto, que encontrei recentemente. Como estava em inglês e alguns de vocês podem não dominar a língua, tomei a liberdade de a traduzir:”Brilhando à luz, as paredes curvas do edifício lêem-se como fitas que se enrolam em si próprias num emaranhado irregular. Os ecos de dois Guggenheim são evidentes – Wright em Nova York e Gehry em Bilbao. (O arquitecto) Silva afirma, no entanto, que Siza Vieira é a sua maior referência: “a forma como os nossos corpos se movem num espaço, e a forma como um espaço nos convida a seguir em frente”. Tal como Souto de Moura, cujos primeiros edifícios eram muito Miesianos, Silva pode estar a usar Wright e Gehry para mitigar a influência das formas excêntricas e rectilíneas de Siza”.Mais palavras, depois desta belíssima descrição, seriam apenas redundantes.Como chegar lá: a estação de metro Matosinhos Sul fica a 10min a pé.

Casa da Arquitetura

Avenida Menéres 456, Matosinhos

© Luís Ferreira Alves

A Casa da Arquitetura é a mais recente adição na lista de edifícios do Porto a descobrir. Esta organização sem fins lucrativos, que conta, na sua direcção, com elementos das Câmaras Municipais do Porto, Matosinhos e V. N de Gaia, dedica-se à promoção da arquitectura contemporânea através de exposições, realização de conferências e workshops, e manutenção de um arquivo municipal.Para além disso, o que acho particularmente interessante em relação à Casa da Arquitectura é o facto de estar inserida num quarteirão (a Real Vinícola) que alberga a Orquestra de Jazz de Matosinhos bem como, em breve, várias lojas e espaços de restauração. Além disso, tem uma loja própria de perder a cabeça.Paga-se um pequeno valor para poder visitar a Casa da Arquitetura, podendo requisitar-se (antecipadamente) uma visita de grupo para um mínimo de 10 pessoas. Aos domingos existe uma visita guiada gratuita às 11h, em português.

Como chegar lá: as estações de metro Matosinhos Sul e Brito Capelo estão ambas a 5min a pé.

Casa de Chá da Boa Nova

Avenida da Liberdade,Leça da Palmeira

© Wikipedia

A Casa de Chá da Boa Nova foi o resultado de uma competição organizada pela Câmara Municipal de Matosinhos em 1958. O arquitecto Fernando Távora ganhou o concurso, tendo-o entregado posteriormente ao seu jovem colaborador, Álvaro Siza, na altura com apenas 25 anos. Ele viria a tornar-se muito famoso nas décadas seguintes, conquistando o Pritzker em 1992.Uma coisa que mais me impressiona é a forma como a Casa de Chá Boa Nova se mistura e eleva da própria paisagem, com janelas de peito rasgado para o oceano.Atualmente, o prédio alberga um restaurante de estrela Michelin do chef Rui Paula. Uma vez lá, leia o belo poema gravado em azulejos, que está numa rocha muito próxima da água. Aproveita também para visitar outro projeto icónico do mesmo arquitecto, as piscinas de Leça da Palmeira, que ficam a 15min a pé.Como chegar lá: a forma mais eficiente é de carro. Pode também consultar o site da STCP para verificar que autocarros passam lá, ou simplesmente apanhar o metro até à estação Mercado e, de lá, um Uber até à Casa de Chá.

Faça um tour privado no Porto comigo! 🙂

private tour porto

A melhor forma de ficar a conhecer bem o Porto é fazendo um tour privado comigo!Para saber mais sobre os meus tours privados no Porto, visite esta página, ou envie um email para sara@portoalities.com.Será um prazer recebê-lo no Porto! 🙂