Nos meses de Verão, a baixa do Porto torna-se irrespirável pela quantidade de turistas que a ocupam.

Como consequência, quer os locais quer os próprios turistas procuram agora novos espaços para morar, visitar e conviver. Todos os olhares se voltam para o Bonfim, para a Foz Velha, e, também, para Campanhã.

Parti à descoberta da freguesia mais oriental do Porto, descobrindo vários locais de paragem obrigatória. Ora vejam lá!

O que visitar em Campanhã

Quinta de Bonjóia

Rua de Bonjóia, 185

o que visitar porto
A propriedade da Quinta de Boinjóia remonta a séculos atrás, muito embora o palacete só tenha sido construído em 1759. O seu traçado é atribuído a Nicolau Nasoni, famoso arquitecto responsável pela Torre dos Clérigos e pelo Palácio do Freixo, mas certezas, não as há.

Na Quinta de Bonjóia realizam-se os famosos Serões da Bonjóia: tertúlias culturais, subordinadas a temas diversos, que decorrem todas as quintas feiras às 21h15. Nas tertúlias da Quinta de Bonjóia já passaram conferências, debates, sessões de poesia, de dança, de teatro, numa programação regular desde 2003, que anima uma zona menos conhecida da cidade do Porto.

Para saber a programação regular da Quinta de Bonjóia, visite o site infoporto.pt ou viva-porto.pt.

Quinta Villar d’Allen

Rua do Freixo, 194 | +351 225 302 741

o que visitar porto
A Quinta Villar d’Allen é um dos raros exemplares das quintas de recreio típicas dos séculos XVIII e XIX. A propriedade, pertencente a uma das famílias mais antigas do Porto, reveste-se de lagos, regatos e cascatas artificiais, plantas exóticas e da maior colecção privada de camélias da cidade.

Não percam a oportunidade de visitar a Quinta Villar d’Allen (é necessário fazer uma marcação prévia), e de descobrir porque é que o Porto é, efectivamente, a cidade das camélias!

Museu da Imprensa

Estrada Nacional 108, nº206 | +351 225 304 966 / 225 300 648

o que visitar porto
Já se tornou uma tradição ir ao Museu Nacional da Imprensa ver a exposição do World Press Cartoon. Para além disso, o Museu Nacional da Imprensa organiza diversos workshops manuais, tais como encadernação de livros, caligrafia moderna, etc.

Aconselho a que liguem para lá  (o contacto está debaixo do título) para fazerem a marcação da vossa visita. Os bilhetes são muito baratos (2€/adulto e 1,5€/estudantes), e é uma excelente forma de passar a tarde.

No final, podem tomar um café na Marina do Freixo, mesmo ao lado. O restaurante da Marina do Freixo não tem nada de especial, mas é um sítio engraçado para se estar nos dias de sol 😉

Museu do Futebol Clube do Porto e Estádio do Dragão

Via Futebol Clube do Porto
o que visitar porto

© Museu do Futebol Clube do Porto

Aqui confesso a minha profunda indiferença face ao desporto rei. Nem os 5 anos que trabalhei como hospedeira no Estádio do Dragão alteraram este estado de graça.

Mas reconheço que o Museu do Futebol Clube do Porto foi uma excelente aposta, que traz muita gente a Campanhã. É possivel visitar o Museu do Futebol Clube do Porto e o Estádio do Dragão de forma independente, mas o melhor mesmo é aproveitar para fazer um tour que combine ambas as visitas.

Vejam os preços e os horários do Museu do Futebol Clube do Porto aqui. Outra coisa fantástica do museu é ter uma programação mensal repleta de actividades para famílias com crianças.

Feira da Vandoma

Avenida 25 de Abril | Todos os sábados, das 8h às 13h
o que visitar porto

© Miguel Nogueira

A feira da Vandoma habita na memória colectiva do Porto desde tempos imemoriais. É certo que a sua nova localização, em Campanhã, não agrada a todos: a falta de estacionamento, a distância ao centro da cidade e a ausência de cafés à volta são queixas comuns dos vendedores e dos transeuntes.

Mas eu, que trabalho em turismo todos os dias, sou acérrima defensora da desmobilização das massas da baixa do Porto. E 15 minutos a pé, a partir da estação de metro e de comboio de Campanhã, não desmotivam quem vem à procura de pechinchas. Palavra de quem tem a casa cheia delas 🙂

Onde comer em Campanhã

Casa Aleixo

Rua da Estação, 216 | +351 225 370 462

A minha relação com a Casa Aleixo é feita de memórias de infância. Já a minha avó, Olivia Riobom, era amiga da Dª Inês, da primeira geração dos Ramiro, família que agarrou as rédeas da Casa Aleixo em 1948.

Lembro-me de ser pequena, bem pequena, e de o meu pai me levar a comer os famosos filetes de pescada com arroz de polvo da Casa Aleixo. Lembro-me de pedir limão e deste me ser recusado com veemência: “nem pensar em estragar um peixinho destes com limão, menina! Prova que vais ver que é muito bom assim!”. E assim foi.

Mais de 20 anos depois, continuo a ir à Casa Aleixo comer filetes de pescada. Sem limão, ou ainda me servem um puxão de orelhas à sobremesa 🙂

o que visitar porto o que visitar porto
Quem visita a Casa Aleixo pela primeira vez deve provar os filetes de pescada ou os filetes de polvo. Se não for apreciador de pescado, recomendo então as Tripas à Moda do Porto, uma delícia.

Na Casa Aleixo os preços são puxadotes – não espere pagar menos de 20€ por pessoa, sem abusar nos vinhos. Mas vale mesmo, mesmo a pena.

 

Casa Inês

Rua de Miraflor, 20 | +351 225 106 988

A Casa Inês nasceu de um desarranjo na familia Ramiro, proprietária da Casa Aleixo. Desavinda do irmão, a Inês abriu a Casa Inês, onde são servidos praticamente os mesmos pratos, aos mesmos preços, da Casa Aleixo. Aos domingos, contudo, é servido na Casa Inês um dos meus pratos preferidos: cozido à portuguesa!o que visitar porto

 

Moment’Um

Rua da Estação, 82 | +351 225 108 582

Nas minhas andanças por Campanhã tropecei num espaço lindo chamado Moment’Um. O que me chamou à atenção foram, em primeiro lugar, os doces (mais) saudáveis expostos à entrada, como os croissants notoriamente com pouca gordura, e bolas de berlim assadas no forno.

Para além disso, tinha a casa cheia, a uma terça feira preguiçosa. Não é de admirar: o Moment’Um serve menús de almoço a 6,5€ com sopa, prato, bebida, café ou sobremesa. Para pratos do dia, são servidos pratos tradicionais como lombo assado ou arroz de pato, feitos em forno de lenha, e diversas opções vegetarianas. Um verdadeiro achado em Campanhã!

Onde ficar em Campanhã

Se quiser realmente conhecer o lado menos turístico do Porto…
reserve um tour privado comigo! 🙂

tour privado porto
Uma das vantagens de fazer um tour privado comigo é que o itinerário é construído de acordo com as suas expectativas. Quer pretenda conhecer os locais mais conhecidos da cidade, quer conhecer um lado menos turístico do Porto, eu estou aqui para montar o itinerário perfeito para si.

Veja aqui mais informações sobre os meus tours privados no Porto, ou envie um email para sara@portoalities.com.