Como planear a sua viagem no Douro

Portugal

Agosto 30, 2018
sara riobom blogger portoalities

Escrito pela Sara Riobom

Escrito pela Sara Riobom

sara riobom blogger portoalities

Eu organizo tours privados no Douro

Veja mais informações sobre os tours no Douro ou simplesmente envie um email para sara@portoalities.com.

A famosa região do Douro é definitivamente um destino obrigatório para quem visita Portugal. Independentemente de decidir ficar uns dias na região ou apenas visitá-la num passeio bate e volta a partir do Porto, o tempo que passar no Douro será, indubitavelmente, inesquecível.

Qual a melhor altura do ano para visitar o Douro?

Geralmente as pessoas assumem que a melhor época do ano para visitar o Douro é a época das vindimas. Afinal, é nesta altura que culminam todos os labores de um ano inteiro, que se abrem em fruta na promessa de grandes vinhos do Douro.

No entanto, eu sou da opinião de que há vários factores a considerar na escolha das melhores datas para visitar o Douro:

  • Clima

Em geral as temperaturas são muito elevadas nos meses de Verão (de Julho a Setembro), rondando facilmente os 35 – 38C. A humidade elevada (cerca de 70%) faz com que a temperatura aparente seja ainda mais alta, contribuindo para um desconforto geral.

mapa regiao douro

O Douro é uma região demarcada que se prolonga numa extensão de 150km em linha recta desde o Mesão Frio (para Oeste, mais próximo da costa atlântica) até Freixo de Espada à Cinta (para Este, na fronteira com Espanha). Quanto mais nos deslocarmos de Oeste para Este mais extremas as temperaturas ficam (mais elevadas no Verão e mais baixas no Inverno) e menor a pluviosidade ao longo do ano.

Assim e tendo em conta apenas o clima, eu recomendaria que organizasse o seu passeio no Douro durante a Primavera (finais de Abril até meados de Maio) ou então a meio do Outono (finais do mês de Outubro até meados de Novembro).

  • Época das vindimas

epoca vindimas douro camiao cheio uvas

Eu estupidamente feliz durante a época das vindimas.

A maioria das pessoas prefere visitar o Douro durante a época das vindimas, mas não é fácil prever quando isso vai acontecer, precisamente devido à enorme influência do clima no crescimento das vinhas.

Por exemplo, em 2016 eu ainda presenciei a temporada das vindimas em meados de Outubro; já 2017 foi o ano mais quente dos últimos 50 anos e, portanto, as vindimas decorreram no início do mês de Agosto e este ano (2018) vão seguramente começar depois do dia 20 de Setembro, devido às fortes chuvadas que ocorreram no início da Primavera.

Portanto, se o seu objetivo é participar nas vindimas no Douro, então a sua aposta mais segura é algures entre a segunda metade do mês de Agosto e finais de Setembro – mas tenha em atenção que isto varia muito em cada ano!

  • Temporada alta: altura a evitar

Um dos critérios mais importantes que eu uso para determinar a altura em que tiro férias é: qual a melhor altura para escapar aos turistas? Mais turistas significam congestionamentos nas estradas minúsculas do Douro, preços mais elevados nos hotéis, necessidade de marcar as visitas às quintas com mais antecedência… enfim, uma chatice.

Se você também sofre com a temporada alta, então recomendo que planeie o seu passeio no Douro no Inverno.

É verdade que nessa altura faz frio e que não há tantas actividades ao ar livre. Mas há algo de absolutamente mágico em vermos as videiras a recolherem-se após o Verão laborioso, enquanto desfrutamos de uma lareira crepitante.

Quantos dias devo ficar no Douro?

A resposta a esta pergunta não é imediata, porque depende de quantos dias estará em Portugal, dos seus interesses como viajante e dos seus companheiros de viagem.

Se, como eu, for um grande apreciador dos vinhos do Douro, precisa de uns bons 3 dias no Douro. Esta região viníca está dividida em três sub-regiões: Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior, todas com características completamente distintas. Nesse sentido, é interessante dedicar um dia a cada uma das sub-regiões, e visitar duas ou três quintas em cada uma delas.

quinta vallado hotel douro piscina exterior

© Quinta do Vallado

Se pretende simplesmente relaxar depois de uns dias muito preenchidos, então escolha um hotel ou quinta com restaurante e de preferência com restaurante também, como a Quinta Nova, a Quinta do Portal e a Quinta do Vallado e deixe-se ficar por lá durante uns dias.

Se não tiver muito tempo, se estiver a viajar com crianças ou com amigos que não apreciem vinhos, não se preocupe: é perfeitamente viável visitar o Douro num passeio bate e volta a partir do Porto.

Se não quiser perder demasiado tempo a organizar a sua viagem ao Douro, pode simplesmente entrar em contacto comigo através do email sara@portoalities.com. Dê uma vista de olhos aos nossos tours privados no Douro para ficar a conhecer melhor os nossos serviços 🙂

Qual a melhor forma de viajar para o Douro?

Existem diversas formas de viajar até ao Douro dependendo do seu sentido de conveniência, do seu orçamento e, acima de tudo, das suas habilidades como condutor J Eu vou escrever de acordo com as minhas preferências pessoais, mas providenciando critérios de decisão suficientes para que possa tomar uma decisão informada.

  • Carro

estradas sinuosas douro

As estradas do Douro são magníficas mas não são para qualquer condutor. © Observador

Esta é sem dúvida a minha forma preferida de viajar no Douro, mas reconheço que não é para qualquer um. As estradas são estreitas e sinuosas, e como não têm protecções laterais temos sempre a sensação de que o mínimo erro nos vai atirar precipício abaixo.

No entanto, as paisagens são espectaculares e o carro dá-lhe flexibilidade para explorar as quintas de pequenos produtores, os miradouros menos conhecidos e outros segredos bem guardados desta região.

Por outro lado, embora a maioria das estradas seja toda às curvinhas, há algumas estradas mais fáceis de navegar com ao famosa EN 222, que liga o Peso da Régua ao Pinhão.

Se quiser alugar um carro para ir até ao Douro, leia esse guia aqui.

  • Comboio / Trem

Esta opção de transporte é muito popular entre mochileiros, estudantes e outros viajantes com orçamento apertado. De facto, viajar de comboio / trem é a forma mais económica de visitar o Douro, já que existem conexões desde o Porto até ao Peso da Régua desde 8.30€ / bilhete (2 comboios, 2h15 de viagem) até 9.75€ / bilhete (1 comboio, 1h45 de viagem). Já a viagem do Porto ao Pinhão custa 11€ / bilhete.

Viajar de comboio para o Douro tem algumas desvantagens:

– Dependência total dos horários dos comboios / trems disponíveis.

– Você não será capaz de se afastar das quintas mais turísticas e vde isitar as jóias escondidas na região, porque elas não estão perto do Peso da Régua nem do Pinhão (as principais cidades do Douro). Não me entenda mal, há boas quintas próximas dessas duas cidades e, portanto, das respectivas estações de comboio / trem, mas estão sempre cheias de turistas.

  • Barco

tomaz douro cruzeiro rio douro partindo porto para pinhao

© Tomaz do Douro

Este é o meio de transporte para o Douro que eu menos aprecio, como já expliquei no nosso artigo sobre os melhores cruzeiros no Douro. Em suma, é um transporte lento, e que lhe retira toda a flexibilidade para visitar o que quiser na região.

No entanto, esta ainda é uma opção popular entre aqueles que estão a planejar um passeio no Douro super tranquilo e pouco explorativo. Assim, se decidir fazer esse cruzeiro no Douro, pode adquirir o seu ingresso online aqui – não se esqueça de o imprimir o voucher!

O que fazer no Douro?

Fazer uma visita & prova numa das quintas

prova vinhos quinta bomfim douro

© Quinta do Bomfim

Já escrevi uma lista das melhores quintas para visitar no Douro e, por isso, recomendo que leia esse artigo para ficar com algumas ideias 🙂 De qualquer forma, eu utilizo sempre alguns critérios para escolher as quintas a visitar:

– O cenário: existem algumas vinhas que têm vistas particularmente bonitas, como a Quinta do Pôpa;

– A localização: se você não tem carro ou se não gosta tanto de conduzir em estradas cheias de curvas, opte pelas quintas mais próximas ao Pinhão, como a Quinta das Carvalhas;

– Vinho do Porto: Se o seu interesse principal é aprender sobre o vinho do Porto, visite a Quinta da Roêda ou a Quinta do Bomfim.

Além de algumas destas propriedades famosas, nos nossos tours no Vale do Douro incluímos sempre pequenos produtores porque os consideramos mais interessantes – as visitas são conduzidas por um membro da família (e não por um guia, como nas quintas maiores) e as provas de vinho são, de uma forma geral, mais generosas. Para saber mais sobre os nossos passeios privados no Vale do Douro clique aqui.

Descubra os belos miradouros do Douro 

sao leonardo galafura miradouro douro
Se estiver numa escapadela romântica no Douro, recomendo que visite um dos miradouros da região. Os mais famosos são o de São Leonardo da Galafura (28min de carro do Peso da Régua), o de Casal de Loivos (10min de carro do Pinhão) e o de São Salvador do Mundo (10min de carro de São João da Pesqueira).

Visite algumas aldeias vinhateiras

ponte medieval ucanha aldeia vinhateira douro
Se precisar de uma pausa das degustações de vinhos do Douro, pode visitar uma das seis aldeias vinhateiras do Douro. Aqui, pode descobrir a nossa herança religiosa no Mosteiro de Salzedas, surpreender-se com o jardim aromático construído sobre as ruínas do Mosteiro de São João de Tarouca ou caminhar sobre a ponte fortificada de Ucanha.

Outro lugar que eu gostei particularmente de visitar é a vila de Tabuaço, onde encontrará o relógio mais completo do mundo – é um relógio lindíssimo, que ocupa três grandes guarda-roupas, feito à mão por um maravilhoso local artesão.

Faça alguma actividade física

Antes de mergulhar nesta secção do artigo, deixo um aviso à navegação: Eu não gosto de actividades físicas e não me ocorreria fazê-las no Douro dadas as altas temperaturas da região.

No entanto tenho recebido cada vez mais emails sobre isso e, portanto, fiz um esforço honesto para fazer uma compilação de (algumas) atividades físicas para fazer no Douro.

– Ciclismo

go on bike andar bicicleta douro

© Go On Bike

O ciclismo é uma opção popular no Douro devido às paisagens estonteantes.

Eu tenho um amigo de confiança que é dono de uma empresa chamada GoOnBike que organiza vários passeios de bicicleta no Douro, que vão desde um passeio agradável de 4h nos vinhedos até um passeio de bicicleta de 6 dias para desportistas à séria.

– Canoagem e remo

Infelizmente não é fácil andar de canoa ou remar no rio Douro ou respectivos afluentes. Existem alguns operadores turísticos com este tipo de serviços mas não parecem muito confiáveis, com base nos comentários disponíveis no TripAdvisor. Existem algumas propriedades, como a Quinta do Tedo, que permitem que os hóspedes do seu hotel andem de caiaque, mas não está disponível ao público ao público em geral.

Vai viajar para o Douro com crianças? Não se preocupe.

Organizar uma viagem com crianças é sempre um desafio, porque elas (obviamente) não estão interessadas ​​nos vinhos do Douro. No entanto, isso não deve detraí-lo de visitar a região: basta incluir atividades que elas possam gostar também.

A minha primeira recomendação é fazer um passeio de barco de curta duração no rio Douro, começando no Pinhão com uma companhia chamada Magnífico Douro. Eles têm passeios de barco de 1h ou 2h, partindo do Pinhão, que são muito relaxantes. Pode simplesmente comprar o ingresso online para o cruzeiro de 2h no rio Douro ou, se preferir um passeio mais curto, compre o ingresso online para o cruzeiro de 1h.

picnic quintas douro atividade familia criancas

Um picnic que eu fiz com uma família com crianças, na Quinta da Roêda. Foi um dia bem relaxante!

A minha segunda recomendação é ir fazer um piquenique numa das quintas da região. A Quinta do Pôpa (a 25 minutos de carro do Peso da Régua e do Pinhão), bem como a Quinta da Roêda (a 6 minutos de carro do Pinhão), proporcionam piqueniques em bonitos cenários. Fazer um picnic é sempre uma opção mais cara do que almoçar num restaurante tradicional, mas vale a pena.

Por último, mas não menos importante, pode sempre levar os seus filhos para as piscinas municipais do Peso da Régua (fecha aos domingos e o endereço é Rua Guedes de Amorim 239) ou em Lamego. É também uma escolha sensata reservar alojamento em hotéis / quintas com piscinas, como o LasHouses, Casa do Salgueiral, Quinta da Pitarrela, etc.

Onde ficar no Douro?

Fizemos um guia muito completo sobre todas as opções de hotéis no Douro, que recomendamos que leia com atenção e tome a melhor decisão para si e para os seus companheiros de viagem. Aproveite! 🙂

Não perca tempo a organizar a sua ida ao Douro.
Eu trato disso por si!

tour vinicolas douro

Em vez de perder tempo a organizar a sua ida ao Douro, simplesmente fale comigo! Eu organizo tours privados, com a duração de um dia, nas vinícolas do Douro.

Basta enviar um email para sara@portoalities.com indicando o dia em que pretende visitar as vinícolas do Douro. Eu criarei um roteiro pelo Douro que incluirá transporte privado, tours nas melhores vinícolas da região, almoço num restaurante típico português e algumas surpresas pelo caminho 🙂


Guarde este artigo para mais tarde:

como planejar sua viagem douro portugal

guia planejamento viagem douro

2018-08-31T00:40:49+00:00 Agosto 30th, 2018|Portugal|0 Comments
Vê os meus tours privados