Afurada, a mágica vila de pescadores

Atrações turísticas

Julho 25, 2016
sara riobom blogger portoalities

Escrito pela Sara Riobom

Escrito pela Sara Riobom

sara riobom blogger portoalities

Eu organizo tours privados no Porto

tours privados porto
Para mais informações veja essa página ou envie um email para sara@portoalities.com.

Quando eu era pequena, ouvia muitas vezes a expressão “dou-te um estalo e vais buscar a cara à Afurada”.

Nessa altura, a Afurada era uma ideia difusa de cabeças perdidas num areal imenso. Só mais tarde descobri os mil e um encantos desta terra de pescadores, mesmo à saída do Porto.

Antes de ler este artigo: você já tem alojamento na cidade? Se não tiver, descubra onde ficar no Porto, quais os melhores bairros e dicas dos melhores hotéis e apartamentos.

Descubra o que fazer na Afurada, a vila de pescadores a 10min do Porto

Aqui, vão encontrar recomendações sobre o que fazer na Afurada, bem como indicações sobre como chegar lá. Vamos a isso?afurada vila pescadores rio barcos vila pescadores o que fazer afurada
Esta terra abençoada aparece, nos primórdios, simplesmente como “Furada”, um areal imenso, ideal para a pesca à varga. Durante o século passado começou a ser habitado por pessoas exclusivamente dedicadas à actividade piscatória, oriundas de Espinho, Ovar, Furadouro e Murtosa.

Foto retirada do blog www.portoarc.blogspot.pt

Foto retirada do blog www.portoarc.blogspot.pt, onde se vê que a zona da Afurada não passava de um enorme areal.

A Afurada, assim passou a ser conhecida, tornou-se rapidamente o principal centro piscatório de Vila Nova de Gaia, com a captura massiva de sardinha, sável e lampreia. Foi crescendo em tamanho (com a criação de residências, escola, posto médico,…) e em importância, tendo sido elevada a Freguesia em 1952 e apadrinhada por S. Pedro, criando-se assim a Freguesia e Paróquia de S. Pedro da Afurada.

O que fazer na Afurada?

1. Almoce peixe grelhado num dos restaurantes da Afurada

melhores coisas fazer afurada almoçar peixe grelhado restautante tradicional afurada
Na Afurada, é bastante comum ver grandes grelhas na rua onde todo o tipo de peixes, desde robalo, dourada, bacalhau,… é grelhado em plena luz do dia. É aí mesmo que vocês querem estar. Escolham qualquer um dos restaurantes com muitos locais e apostem num peixe fresco grelhado ou numa bela caldeirada de marisco, acompanhada com um verde branco bem fresco.

2. Visite o Centro Interpretativo da Afurada

Rua Antonio dos Santos, 10, V. N. Gaia | Todos os dias das 10h às 18h

restautante tradicional afurada centro interpretativo afurada galeria homenagem
O Centro Interpretativo da Afurada não é bem um museu, mas mais uma galeria de homenagem às gentes do mar. A maior parte dos objectos de faina que lá estão foram doados por antigos pescadores, peixeiras e lavadoras.

Tem também painéis interactivos que explicam os diversos ofícios das gentes da Afurada, a evolução da freguesia e sentimentos bem portugueses como a saudade, a fé, a nostalgia. A entrada é gratuita e vale a pena!

3. Espreite o tanque municipal e as cordas de roupa

tanque municipal cordas roupa afurada
Nem queria acreditar quando vi um tanque comunitário, nas barbas do Porto, ainda a uso. Entrei tímida num universo que não visitava desde a minha infância, com a minha avó, num tempo e num lugar longínquos.

Por sorte estavam lá duas senhoras, a D. Palmira e a D. Maria, a lavar vigorosamente. “Temos máquinas de lavar em casa, evidentemente. Mas prefiro lavar algumas coisas aqui, como lençóis e tapetes. Ficam mais bem lavados, arejam melhor ao sol… é melhor”.
cordas roupa afurada
Lá fora, uma aparente confusão de cordas e roupa a esvoaçar. Cada senhora tem a “sua” corda, onde pendura as suas roupas, “mas não somos raivosas, não vamos tirar a roupa das outras se alguém as colocar na nossa corda”. A roupa fica assim, um dia ou dois, assim o tempo o permita, a esvoaçar ao sol marítimo, sem que a mão sorrateira do roubo se faça sentir. Um pequeno milagre quotidiano, na Afurada.

4. Disfrute da ciclovia mesmo ali ao lado

Como já vos disse num post anterior sobre os sítios bike friendly do Porto, na Afurada começa uma ciclovia que vos levará até Espinho, quase sempre junto à orla marítima. Pelo caminho, passam pela Reserva Natural do Estuário do Douro e pela Capela do Senhor da Pedra, que é das capelas mais misteriosas que conheço. Vale mesmo, mesmo a pena.

Se não têm bicicleta, podem sempre alugar uma bicicleta e explorar o melhor da Afurada.

Se estiver a gostar deste artigo, não se esqueça de o guardar para mais tarde:

Faça um passeio de veleiro partindo da Afurada 🙂

Uma das melhores coisas que eu já fiz na Afurada foi um passeio privado, de veleiro, no rio Douro. Nós éramos quatro pessoas e, durante 2h, tivemos a oportunidade de viajar num veleiro privado, vendo não só a bonita zona da Ribeira como as famosas pontes do Porto. A meio do passeio fomos surpreendidos com uma tábua de queijos e enchidos portugueses, melão com presunto e broa caseira, bem como com uma garrafa de espumante português. Foi incrível!

Eu já naveguei o rio Douro imensas vezes, a bordo do Cruzeiro das 6 Pontes, mas a experiência não tem nada a ver. Nós tivemos o barco só para nós, indo da Ribeira até à zona da Foz. Por outro lado, a bordo do Cruzeiro das 6 Pontes não existe a possibilidade de provar todas essas delícias portuguesas. Por fim, estava tanto calor que aproveitamos para apanhar sol de bikini na proa do barco… foi maravilhoso!

Gostamos tanto da experiência que desafiei o dono da empresa, o prestável Tomás, para criar um desconto para os leitores do Portoalities. Basta enviar-lhe um email para o flyflip@flyfishinginportugal.com dizendo que tipo de actividade pretende (podem ver a página deles aqui) e quantas pessoas irão no passeio. Não se esqueça de usar o código PORTOALITIES5 para obter um desconto de 5% em qualquer um dos passeios 😉

Se estiver a gostar deste artigo, não se esqueça de o guardar para mais tarde:

Quero ir já para a Afurada! Como chego lá?

  • A forma mais engraçada de ir do Porto à Afurada é apanhando o barco “Flor de Gás”, no cais do Lordelo do Ouro (sai mesmo em frente ao restaurante “A Margem”, na Afurada). Fiz-vos um mapa com os cais de embarque, no Porto e em Gaia, para apanharem o Flor de Gás. Podem levar as vossas bicicletas, já agora. A viagem dura uns minutos, é barata e os horários são os seguintes: Seg – Sáb 6h – 21h, Dom 8h – 21h

  • A partir da Ribeira, atravessam a ponte D. Luís e depois fazem a marginal toda até chegarem à Afurada. São cerca de 6km (são 20min de carro, cerca de 1h30 a pé e 30min de bicicleta).
  • A partir da Ponte da Arrábida, apanha a sai logo na primeira saída que diz Gaia (Afurada), e imediatamente a seguir na saída que diz Afurada / Canidelo. Vai descer uma rua estreita e, mal chega junto ao rio, vira à sua esquerda e faz o resto da marginal até à Afurada.

Faça um tour no Porto, e acabe com um almoço na Afurada!

lunch afurada

Por vezes acabo os meus tours privados no Porto com um almoço num dos restaurantes típicos da Afurada. É a melhor forma de brindar a uma manhã muito bem passada a descobrir a cidade!

Para saber mais sobre os meus tours privados no Porto, veja aqui ou simplesmente envie um email para sara@portoalities.com com as datas da sua viagem ao Porto e o que gostaria de visitar na cidade. Terei todo o gosto em recebê-lo no Porto!

2019-06-29T00:20:48+00:00Julho 25th, 2016|Atrações turísticas|0 Comments
Vê os meus tours privados