Marcar Tour

A história da anémona de Matosinhos

Conheça a bonita história da gigantesca anémona de Matosinhos, uma escultura da famosa artista norte americana Janet Echelman.

Sara Riobom

Outubro 18, 2015

Tour privado no Porto (meio dia)

Cross Sell
Antes de ler este artigo: já tem onde ficar no Porto? Se não tiver, leia o meu artigo sobre Onde Ficar no Porto: as Melhores Zonas da Cidade.

Alguns leitores enviaram-me emails a perguntar-me para que serve a gigantesca anémona de Matosinhos, sugerindo até que podia servir para apanhar peixes durante um tsunami 🙂
O que a história verdadeira falha em fantasia, compensa em poesia. De facto, a escultura foi desenhada e construída por uma artista norte americana, Janet Echelman, em 2005. É um tributo a Matosinhos, terra do mar, localizada a 8 km do Porto.

A história da anémona de Matosinhos

rede gigante matosinhos
© Nuno Cruz

Segura por três postes metálicos, esta gigantesca rede de 42 metros de diâmetro movimenta-se ao sabor do vento, imitando o movimento das anémonas. É uma escultura em constante mutação e, por isso, deram-lhe o nome She moves (Ela move-se). Mas nós tratamo-la carinhosamente por anémona.
Infelizmente, a nossa anémona tem passado por algumas dificuldades. Em 2007 a estrutura começou a degradar-se rapidamente devido às condições climatéricas. A Câmara Municipal de Matosinhos e Janet Echelman chegaram a acordo relativamente à reabilitação da escultura, sendo que a artista se comprometeu a pagar pela substituição da rede, uma vez que esta tinha uma garantia de 5 anos.
Mais recentemente o sistema de iluminação nocturna, que estava no jardim debaixo da escultura, foi vandalizado, com um prejuízo de 20.000€ em danos patrimoniais. O Presidente da Câmara apelou à população para providenciar qualquer informação que leve à captura das pessoas que fizeram este estrago. Por isso, acredito que mais do que nunca a Anémona precisa do olhar nocturno da população, a zelar pela segurança da sua querida escultura.

Guarde este artigo para mais tarde:

escultura janet echelman matosinhos
escultura anemona matosinhos
Tem algo a dizer? Força, não se acanhe!

Os comentários estão fechados.